Assassino de André Lobo é condenado a 26 anos de reclusão

Glaubson Maranhão

Glaubson Maranhão dos Santos foi condenado pelo Tribunal do Júri na tarde desta quarta-feira (29) a 26 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de homicídio qualificado contra o cantor André Lins Martins Gonçalves, o André Lobo, e pela tentativa de homicídio contra Teresa Gomes da Silva e Souza.

Segundo o Ministério Público, os crimes ocorreram na madrugada do dia 8 de maio de 2014, na estrada de Ribamar, nas proximidades da boate Clímax, no bairro Forquilha, após uma discussão de transito.

Andre Lobo
André Lins foi morto com 3 tiros de pistola 9 milímetros desferidos por Glaubson Maranhão, que ainda efetuou dois disparos contra Tereza Gomes, mas só um atingiu sua perna esquerda.

Advogado Pedro Jarbas
A sessão do Tribunal do Júri desta quarta-feira foi presidida pelo juiz Osmar Gomes dos Santos. O Ministério Público foi representado pelo Promotor de Justiça Samaroni de Sousa Maia e o Advogado Pedro Jarbas atuou como assistente de acusação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário