Bacurituba| Moradores denunciam descaso do prefeito Sisto com o município

Prefeito José Sisto 

Moradores de Bacurituba, a 315 km de São Luís, reclamam do descaso da prefeitura com o município. Segundo os moradores, as estradas vicinais que ligam a sede a zona rural estão intrafegáveis e as escolas há mais de um mês estão fechadas. 


Ainda segundo os moradores, a qualidade da merenda escolar servida aos estudantes da rede municipal não é de boa qualidae. Eles mostram temor pela perda do ano letivo por parte das crianças, que estão deixando de assister as aulas por causa da falta de acesso a escola.

Em Bacurituba não é difícil encontrar moradores reclamando da falta de médicos especialistas e de remédios nas Unidades Básicas de Saúde da sede e de povoados como Santa Maria e Chapada dos Barros.  

O transporte escolar teria deixado de atender os estudantes por causa da má conservação das estradas. Segundo os moradores, durante o verão o prefeitura fez apenas a raspagem das estradas, tirando o restante da piçarra colocada pela gestão passada.

Para justificar o descaso do prefeito José Sisto com o município, aliados culpam a chuva e a falta de recursos.

De acordo com os moradores, o prefeito José Sisto não cumpre o que prometeu em campanha. As ruas dos povoados Tucum, Santa Maria, Cerejo e Ilha do Meio ainda não receberam a piçarra prometido por ele.

No povoado Ilha do Meio as pessoas estão isoladas. A estrada que liga a sede ao povoado foi cortada pela enxurrada há mais de um mês e a prefeitura ainda não tomou nenhuma providência para resolver o problema.

Para efetuar o sepultamento de um ente querido, na semana passada, uma família precisou carregar o caixão. O carro da funerária não conseguiu chegar até a residência onde estava o corpo por causa do excesso de buracos e lama existente.  

O poço artesiano que abastece o povoado Jacaré está há mais de 2 meses com a bomba queimada e para suprir suas necessidades básicas de água as familias precisam se deslocar a comunidades vizinhas como Mocajubal e Santamaria, que ficam até 2 km.

Nenhum comentário:

Postar um comentário