Guarda Municipal de Ribamar entra em greve na próxima quinta-feira


Decisão do secretário de Transito e Defesa Social, Coronel Gonçalo causa insatisfação na Guarda

O prefeito de São José de Ribamar, Luis Fernando poderá enfrentar a primeira greve da Guarda municipal de sua administração. A categoria promete parar na próxima quinta-feira (10).

Segundo os guardas municipais, a decisão de parar foi tomada após o secretário municipal de Transito e Defesa Social, Coronel Gonçalo apresentar a nova proposta de carga horária para a Guarda.

A nova proposta causou estranheza e insatisfação entre os guardas municipais, que aguardam desde o ano passado a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos pelo prefeito Luís Fernando.

Para os guardas municipais, a decisão do secretario vai de encontro à determinação do prefeito, que recebeu representantes da categoria na semana passada e teria prometido não tomar nenhuma decisão antes de implantar o PCCV.

Eles acreditam que a decisão de mudar a carga horária antes da implantação do PCCV, não partiu do prefeito Luís Fernando e mostra uma clara tentativa de perseguição à categoria por ter realizado na última segunda-feira (10) assembleia para decidir sobre a paralisação de suas atividades.

“É estranho a atitude do secretário em anunciar antes da implantação do PCCV a nova carga horária. Temos certeza que a ordem não partiu do prefeito Luís Fernando”, afirmou GMS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário