Cadeirante reclama da falta de acessibilidade no Restaurante Popular do Anjo da Guarda



A falta de acessibilidade no Restaurante Popular do Bairro Anjo da Guarda foi denunciada na tarde dessa terça-feira (15) pelo cadeirante identificado como João Batista, o Batista Axé, quando almoçava no restaurante.

Segundo Batista, quem utiliza o banheiro para fazer suas necessidades fisiológicas precisa segurar a porta para que ela permaneça fechada. A fechadura apresenta defeito e a qualquer instante as pessoas podem ser expostas.

No restaurante, de acordo com Batista, não existe mesas adaptadas para atender quem possui dificuldades de locomoção.

A nutricionista responsável pela unidade do Anjo da Guarda disse que já solicitou da Secretaria de Desenvolvimento Social, mesas para cadeirantes. Ela também solicitou uma reforma no banheiro e na porta que dá acesso ao restaurante.

Todas essas solicitações ainda não foram atendidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário