Edison Lobão reafirma sua pré-candidatura ao senado em 2018

Senador Edson Lobão vai a reeleição 

De volta ao Senado Federal na última sexta-feira, 20, após uma licença de quatro meses, o senador Edison Lobão pretende retomar logo sua maratona de visitas a São Luís e ao interior do Maranhão.

Lobão reassumiu nesta quarta-feira, 25, a presidência da Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante do Congresso Nacional, e voltou a atender, em seu gabinete, lideranças políticas de todo o país, principalmente do Maranhão.

O senador maranhense, que se recupera de uma cirurgia no fêmur e se desloca por enquanto com o auxílio de uma cadeira de rodas, concedeu na semana passada uma bateria de entrevistas a rádios maranhenses, nas quais destacou o seu favoritismo na disputa pelo Senado. De acordo com todas as recentes pesquisas, o nome de Lobão desponta em primeiro lugar na preferência dos maranhenses.

Um dos assuntos mais destacados por Lobão em suas entrevistas foi a situação da segurança pública do Maranhão, a qual, segundo ele, “está caótica”. Ele afirmou que vai priorizar na CCJ temas relacionados ao combate à violência. Para ajudar na solução do problema, o senador apresentou na comissão de justiça emenda destinando R$260 milhões para segurança pública.

“Recentemente coloquei uma emenda para a segurança pública de R$ 260 milhões, onde estes recursos chegarão a todos os estados do Brasil e sobretudo ao Maranhão”, reforçou Lobão.

Lobão também afirmou estar profundamente preocupado com a tragédia que abateu mais de duas mil famílias do Maranhão. Nas últimas semanas mais de 20 municípios foram atingidos fortemente com enchentes que destruíram casas e alagaram ruas. Lobão foi o primeiro senador maranhense a visitar o ministro da Integração Nacional, Antônio de Pádua Andrade, para relatar a calamidade e pedir providências em socorro das vítimas.

“Estou realmente condoído com a situação que se encontra mais de duas mil famílias atingidas pelas enchentes”, disse o senador.

O senador aproveitou as entrevistas para alertar, especialmente aos jovens, que o uso do celular ao dirigir ou simplesmente caminhar é um perigo real. O acidente, que resultou na fratura do seu fêmur, ocorreu enquanto Lobão caminhava e digitava uma mensagem em aparelho celular. Por esse descuido, ele tropeçou e caiu. 

“É uma lição que recebi e peço, principalmente aos jovens, que usem a internet no momento certo, não dirija e nem ande usando o celular, para evitar passar pelo o que passei”, alertou Lobão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário