Escola da rede municipal reúne professores, alunos e familiares para celebrar a Páscoa

Comunidade escolar se reúne para confraternizar e refletir sobre a Páscoa
Estudantes de escolas públicas da rede municipal de São Luís celebraram a Semana da Páscoa com cantata, coral, encenação teatral e palestras falando sobre a data, que remete à morte e ressurreição de Jesus Cristo.

A Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Justo Jansen, localizada no Centro, levou o ministério de louvor Arautos de Cristo para celebrar com os estudantes do 6º ao 9º ano, fazendo uma grande festa, que também reuniu pais dos alunos e outros visitantes.

A escola também celebrou a data com os estudantes do 1º ao 5º ano, no turno matutino, com uma cantata 'Jesus é a minha Páscoa' e uma encenação teatral sobre a crucificação de Cristo que envolveu alunos do 1º ano.

Tanto no turno da manhã quanto da tarde, logo após as apresentações e celebrações da Páscoa, os estudantes receberam chocolates e também um lanche especial, que foi servido nas salas de aula, como forma de se confraternizarem com seus pares e seus professores.

O secretário municipal de Educação (Semed), Moacir Feitosa, diz que os elementos que simbolizam a Páscoa, especialmente o amor de Jesus demonstrado na cruz, são essenciais para a convivência pacífica e transmitem valores importantes para o estudante.

"A Páscoa remete à ressurreição de Jesus, a um novo recomeço, à uma nova vida. Nos fala de valores que precisamos alimentar em nossas crianças e jovens, como o respeito, a compaixão pelo próximo e a busca por uma mudança contínua, para que sejamos seres humanos mais felizes e realizados", discorreu Moacir Feitosa.

Para o estudante Maykon Martins, 12 anos, do 8º ano do Fundamental, a Páscoa é um momento especial de celebração. "Jesus deu a vida por nós e por isso estamos hoje reunidos para celebrar o sacrifício dele na cruz. Páscoa é ressurreição, é a demonstração do amor de Jesus por nós", disse Maykon.

A professora Raquel Motta, de Língua Inglesa, assegura que, independente de religião, o amor refletido na mensagem de Jesus deve ser falado e transmitido para todas as gerações. "Educar é também amar e cuidar, e é isso que fazemos aqui na escola. Então, em todas as datas festivas, fazemos questão de demonstrar a união e carinho que existe entre nós", assinalou Raquel.

A gestora da U.E.B. Justo Jansen, Soraya Pinheiro, explica que a programação da data foi planejada pelos professores com os alunos.

Segundo ela, durante toda esta semana, os professores trabalharam a temática da Páscoa em sala de aula, fazendo os alunos refletirem no verdadeiro sentido da data, que é a ressurreição, e nos valores que precisem ser estimulados e vivenciados.

"O amor é o verdadeiro sentido da Páscoa, pois fala do sacrifício de Jesus, que deu a sua vida por todos nós", disse a gestora.

A tarde de celebração na Unidade Justo Jansen teve, além do Ministério de Louvor Arautos de Cristo, uma palavra de reflexão sobre a Paixão de Cristo com o pastor Israel Cardoso e também com o estudante universitário de Engenharia Civil Lucas Rafael Pereira.

"Jesus marcou a história, a geografia, e todas as demais ciências com seu exemplo de vida e obra realizada na Terra, cheia de curas, maravilhas e milagres. Dentro de Jesus está a perfeição, demonstrada por seu amor. Ele é a verdadeira Páscoa", discorreu o estudante Lucas Rafael.


Prefeitura intensifica serviços de limpeza para eventos da Paixão de Cristo em diversos bairros


Esta semana, a comunidade do bairro Anjo da Guarda se reúne em torno do maior espetáculo cultural do bairro, a encenação do espetáculo 'Via Sacra', que ocorre nesta quinta (29) e sexta (30).

Mais uma vez, a Prefeitura de São Luís está apoiando a montagem do espetáculo e às vésperas da encenação da paixão e morte de Jesus Cristo, os serviços de limpeza foram intensificados em todo o bairro.

A Prefeitura está apoiando também outras localidades em que a Paixão de Cristo será encenada.

Além do bairro Anjo da Guarda, outras comunidades de São Luís se reúnem para fazer a montagem e encenação da Via Sacra. É o caso do bairro João de Deus onde também estão sendo feitos serviços de capina, roçagem e remoção na quadra de esportes do bairro para preparar a localidade para o evento.

No Angelim a apresentação acontece no Viva do bairro na Sexta-Feira da Paixão (30), e o local também vai ser preparado para que a comunidade possa apreciar o evento.

No Anjo da Guarda, a peça 'Via Sacra' é encenada há 37 anos e é considerado o maior espetáculo a céu aberto do Maranhão. No início deste mês o prefeito Edivaldo recebeu representantes do grupo Grita, responsáveis pela execução do espetáculo e garantiu o apoio para a realização da montagem.

O apoio reforça a presença da Prefeitura de São Luís na área Itaqui-Bacanga. Além da limpeza, serviços de iluminação, segurança e ordenamento do trânsito serão levados pelo poder público municipal ao Anjo da Guarda por ocasião do espetáculo.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, destaca que apesar das ações diárias de limpeza na área Itaqui-Bacanga se faz necessário centrar esforços com a proximidade do evento.

"A apresentação da 'Via Sacra', no Anjo da Guarda, é fruto do esforço da comunidade local, por isso o prefeito Edivaldo apoia com a ampliação dos serviços da Prefeitura para que tanto a comunidade quanto os visitantes tenham um ambiente agradável e limpo durante as apresentações", disse.

ANJO DA GUARDA

No Anjo da Guarda, os serviços estão sendo centrados nas cinco praças do bairro onde ocorrem as encenações: Praça do Viva Anjo da Guarda, Praça da Ressurreição, Praça do Anjo, Praça do Anfiteatro e Praça do Recanto. Os locais estão recebendo serviços de varrição, capina e roçagem.

Em outros pontos do bairro estão sendo feitas remoções onde há lixo descartado irregularmente acumulado. Os acessos ao bairro também estão recebendo ações de limpeza. É o caso das avenidas dos Portugueses e Moçambique.

Nos dois dias de encenações haverá equipes de plantão para fazer a varrição do circuito, evitando o acúmulo de resíduos nos pontos onde ocorrerão as apresentações. As equipes retornam no dia 31 para finalizar os serviços de limpeza após o término da programação.


Foi do Elétrico o pedido

Elétrico quer asfalto para o conjunto Paranã
Partiu do líder comunitário Elétrico, o pedido para a prefeitura de Paço do Lumiar asfaltar as Alamedas conjunto Paranã.

Foi do Elétrico também, o pedido para a manutenção da iluminação pública do Conjunto.

Segundo o líder comunitário, o pedido foi feito quando o prefeito Domingos Dutra ainda estava em campanha.

“Pedi a Dutra quando nós andávamos no sol pelo município pedindo voto. Ele me prometeu e agora está cumprindo a promessa”, revelou.

Elétrico mora há 25 anos bairro e sempre lutou para melhorar a qualidade de vida da comunidade.

Ministério Público cria campanha para alertar sociedade sobre ofensas em redes sociais



O Ministério Público do Maranhão, por meio da 6ª Promotoria de Justiça Criminal de Imperatriz, lançou a campanha “Diga o que pensa mas sem ofender ninguém” nas redes sociais, com o objetivo de esclarecer ao cidadão sobre postagens na internet e suas consequências.

A necessidade surgiu devido ao grande número de processos de crimes contra honra, praticados nas redes sociais e tramitando em Juizados Especiais Criminais na região tocantina.

De acordo com o promotor de justiça Alessandro Brandão, titular da 6ª Promotoria de Justiça Criminal de Imperatriz, na maioria das vezes as pessoas nem sabem que estão cometendo um crime. Por isso a ideia é chamar a sociedade para a discussão do assunto.

“O MPMA quer incentivar o correto uso das redes sociais. Não é nossa intenção promover o patrulhamento ou limitar a liberdade de expressão nas redes sociais. Pelo contrário, queremos incentivar o correto uso, com responsabilidade”, afirmou Alessandro Brandão.

A campanha é composta de cinco peças que estão sendo publicadas nas redes sociais do Ministério Público. O membro do MPMA, esclarece que é garantida a liberdade de expressão do cidadão, mas esse direito não é ilimitado. Existem outros direitos protegidos pela Constituição Federal, como o direito à honra, à privacidade e à intimidade.

De acordo com o promotor de justiça, entre os principais crimes praticados nas redes sociais estão calúnia, injúria e difamação, podendo gerar responsabilidade civil, criminal e administrativa.

Usar as redes sociais para acusar alguém de um crime, sem ter provas, configura calúnia e o autor está sujeito a detenção de seis meses a dois anos e multa. Fazer uso das redes sociais para xingar alguém é crime de injúria, e a pena prevista é detenção de um a seis meses e multa.


Utilizar as redes sociais para acusar alguém de um fato que ofenda sua reputação é difamação e o autor pode ficar detido de três meses a um ano e pagar multa.

Prefeitura de São Luís leva operação Placa Legal ao Centro e retira material publicitário irregular

Homens da Blitz Urbana durante operação realizada no Centro da cidade

Intensificando as ações de combate à poluição visual em áreas públicas, a Prefeitura de São Luís está investindo nas ações do programa Placa Legal. A iniciativa, executada pela Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (Semurh), por meio da Blitz Urbana alcançou a região do Centro da cidade.

A operação, realizada na segunda (26) e terça-feira (27), resultou na notificação de proprietários de pontos comerciais irregulares e na retirada de publicidade indevida, como cavaletes e placas que estavam em locais proibidos.

A operação no Centro passou por locais como Rua Grande, Rua da Paz, entorno da Praça Deodoro e a Praça João Lisboa. Durante a ação, cerca de 100 engenhos publicitários irregulares como cavaletes e placas que estavam em postes e locais proibidos foram retirados, além de outdoors, faixas, cartazes e demais publicidades em desacordo com as normas, instalados em locais considerados irregulares.

O secretário adjunto de Fiscalização, Joaquim Azambuja, explicou os objetivos da operação, realizada com regularidade pelo poder público municipal.

"A ação é provocada pelo acúmulo de publicidades irregulares observados em determinadas regiões da cidade. Durante a operação, os responsáveis são orientados sobre as irregularidades para que promovam as adequações devidas. O nosso objetivo com essa operação é garantir o ordenamento urbano e combater a poluição visual", enfatizou.

A publicidade utilizada em fachadas de lojas e pontos comerciais da área tombada como patrimônio histórico precisam seguir as normas estabelecidas pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico do Maranhão (Iphan) e pelo Departamento de Patrimônio Histórico Artístico e Paisagístico do Maranhão (DPHAP-MA). Os empresários donos de lojas no Centro receberam notificações para que regularizem sua situação juntos aos órgãos.

RESULTADOS

Mensalmente, chegam a ser retiradas cerca de 400 publicidades irregulares, que estavam em desacordo com o decreto N°25.300 de 26 de maio de 2003. A fiscalização regular é focada em áreas de grande fluxo de pessoas como avenidas e, ainda, em terrenos sem muro e em locais próximos a córregos, rios, mangues e pontes.

Em 2018, além do Centro, a operação percorreu bairros como São Francisco, São Cristóvão, Alemanha, Cohatrac, Areinha, Alemanha e Cohama e avenidas como Africanos, Kennedy e Daniel de La Touche.


Consumidor que teve carro danificado em estacionamento de supermercado deve ser ressarcido


Os Supermercados Mateus terão que ressarcir um consumidor que teve o carro danificado no estacionamento da loja. A sentença foi proferida pela 3ª Vara Cível da comarca de Imperatriz, que determinou o ressarcimento pelo dano material sofrido pelo cliente, assim como indenização por danos morais.

O autor da ação afirmou que, em maio de 2016, deixou seu veículo no estacionamento para realizar compras no supermercado. Ao chegar em casa, percebeu que carro estava danificado, tendo procurado a empresa no dia seguinte para comunicar o fato, tendo sido informado que não seria mais possível a disponibilização das imagens das câmeras de segurança.

O autor afirmou que o gerente do estabelecimento tirou fotos do carro e do comprovante de compras, e informou que encaminharia ao setor jurídico. Sustenta, ainda, que sob orientação do gerente, se dirigiu à Delegacia e registrou Boletim de Ocorrência e que levou o carro para conserto, pagando o valor de R$ 950,00 (novecentos e cinquenta reais) para reparar o amassado. Em seguida, ele procurou a empresa para ressarcir os danos causados, não obteve êxito.

O processo foi incluído na pauta da Semana da Conciliação e, realizada a audiência, não houve acordo, ante a ausência de representante da empresa, que pediu a improcedência da ação em contestação.

A sentença citou entendimento já consolidado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), através da Súmula 130 onde dispõe que a empresa, que, ao fornecer local presumivelmente seguro para estacionamento, em atendimento aos seus objetivos e interesses empresariais, obriga-se a indenizar os proprietários de veículos roubados em tais locais, não fazendo distinção entre o consumidor que efetua compra e aquele que apenas vai ao local sem nada comprar.

Por fim, o Poder Judiciário julgou procedente o pedido do consumidor J. C. F. e condenou os Supermercados Mateus a ressarci-lo no valor de R$ 950,00 referentes aos danos materiais e a pagar o valor de R$ 5 mil a título de indenização pelos danos morais. A sentença foi publicada nesta semana no Diário da Justiça Eletrônico.


Prefeitura garante ordenamento do trânsito e suporte da Guarda Municipal durante a 'Via Sacra'



Um dos maiores espetáculos a céu aberto do Nordeste, a 'Via Sacra', encenada no bairro Anjo da Guarda, reúne um grande público duarante os dois dias de apresentações. Este ano, o evento ocorre dias 29 e 30 de março.

De acordo com os organizadores, a expectativa de público esperado para prestigiar o evento é em torno de 300 mil pessoas. Apoiadora do evento, a Prefeitura de São Luís executa diversos serviços em toda a área do espetáculo, entre os quais uma força-tarefa para a organização do trânsito e a disponibilização de homens da Guarda Municipal para garantir a organização e segurança do evento.

O ordenamento do tráfego está a cargo da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). Além de interdições em trechos específicos da área Itaqui-Bacanga, a operação inclui a presença de agentes de trânsito e viaturas de apoio, que atuarão de forma itinerante por todo o circuito, a fim de garantir o disciplinamento do trânsito durante o espetáculo.

As ações de intervenção e disciplinamento de trânsito ocorrerão nas principais ruas e avenidas do Anjo da Guarda. A intervenção terá início às 15h dos dias 29 e 30 e se estenderá até às 23h, na Praça Recanto da Paixão, Teatro, Viva Anjo da Guarda e Praça do Anjo.

A operação da área será realizada diariamente por 30 agentes de trânsito, três motocicletas e cinco viaturas de apoio que atuarão de forma itinerante em todo o circuito interditado.

A primeira interdição ocorrerá no cruzamento da Avenida Paquistão com a Avenida Dinamarca. A partir deste ponto, toda a Avenida Dinamarca e as transversais que dão acesso a essa avenida serão interditadas até a Avenida Odylo Costa, filho.

O trecho interditado continuará pela Avenida Odilo Costa, filho, passando pela Praça do Anjo, Avenida Vaticano, até a entrada do bairro do Anjo da Guarda. A última interdição ocorrerá na Avenida Palestina até a Praça da Ressurreição.

Os ônibus e veículos que trafegam nestes itinerários que serão interditados, no sentido bairro, deverão desviar pela Avenida Paquistão, seguir pela Avenida Colômbia e Avenida Grécia até a Avenida Odilon Costa Filho, seguindo itinerário normal. No sentido Centro, os motoristas deverão fazer o percurso inverso.

A SMTT pede a compreensão dos condutores para que evitem transitar nas respectivas ruas e avenidas a fim de evitar transtornos e, consequentemente, maiores complicações. Obedecer às interdições, a sinalização e as ordens do agente de trânsito são algumas práticas que geram fluidez ao trânsito e segurança a todos os usuários da via.

SEGURANÇA

Em mais uma ação de apoio à 'Via Sacra', a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), disponibilizará homens da Guarda Municipal para o evento. O contingente será de 40 guardas municipais, distribuídos em 10 viaturas, que darão suporte de segurança ao evento.

"Tudo visando fortalecer o trabalho dos guardas municipais e também garantir a segurança dos participantes do espetáculo - um dos maiores do Nordeste brasileiro -, e garantir o brilho do evento. É orientação do prefeito Edivaldo o total apoio e atenção à 'Via Sacra', especialmente, ao público", disse o secretário da Semusc, Heryco Coqueiro.

O comandante da Guarda Municipal de São Luís, Roberto Braga, falou sobre a importância do evento. "Queremos somar com a comunidade, prestar nosso serviço de segurança ao cidadão. A Guarda Municipal tem essa obrigação. Como a 'Via Sacra' é importante para a comunidade, ela também se torna importante para nós. Vamos dar nosso apoio nos dias do evento para manter a segurança do entorno, para que o espetáculo possa transcorrer dentro da normalidade", disse.

ROTEIRO

O roteiro da 'Via Sacra' começa pela Praça Recanto da Paixão, seguindo pela Praça do Anjo da Guarda, rua ao lado do hospital da comunidade e Praça da Ressurreição. O espetáculo, segundo os organizadores, é o segundo maior da Região Nordeste do Brasil. Fica atrás apenas do espetáculo homônimo de Nova Jerusalém, no Estado de Pernambuco.

Cerca de 1.500 pessoas estarão participando direta e indiretamente do espetáculo, entre atores, colaboradores e pessoas da comunidade.


Prefeito Edivaldo avança na gestão de Resíduos Sólidos com inauguração do 10º Ecoponto

Prefeito Edivaldo inaugurou Ecoponto do Anil nesta segunda-feira (26), com presença de estudantes do bairro
A partir da política de resíduos sólidos colocada em prática pelo prefeito Edivaldo, São Luís figura no cenário nacional entre as poucas capitais brasileiras que apresentam ações específicas nesta área.

Com a entrega, nesta segunda-feira (26), do 10º Ecoponto para a população ludovicense, a Prefeitura de São Luís dá mais um passo importante no avanço desta política, ampliando para 91 o número de bairros atendidos, alcançando 30% da população da capital e beneficiando 350 mil pessoas. O novo equipamento está instalado no bairro do Anil.

Os Ecopontos têm a proposta de ser um espaço voltado para o descarte adequado e contribuem para o desenvolvimento de outras políticas públicas em áreas como saúde, meio ambiente e infraestrutura.

O prefeito Edivaldo, ao lado da primeira-dama Camila Holanda, destacou que o avanço das ações é resultado do comprometimento da gestão com o desenvolvimento das políticas públicas que visam à melhoria da qualidade de vida da população.

"Estamos muito satisfeitos com o trabalho realizado. A entrega do 10º Ecoponto é reflexo do esforço que vem sendo executado pelo poder público para tornar São Luís uma cidade cada vez mais limpa, melhor pra se viver e tem impactos muito positivos em outras áreas como a saúde pública e também o fortalecimento da consciência ambiental", disse o prefeito. Além do vice-prefeito, Julio Pinheiro e do secretariado municipal, participaram da inauguração os vereadores Raimundo Penha, Fátima Araujo, Paulo Vitor, Marcelo Poeta e Pavão Filho.

Durante seu pronunciamento o prefeito disse ainda que "é um estímulo à parceria entre o poder público e a comunidade que pode e deve fazer sua parte para contribuir com a limpeza da cidade". Na ocasião Edivaldo anunciou, ainda, a construção de mais 10 Ecopontos em 2018 e dois centros de triagem para as cooperativas que recebem os materiais dos equipamentos.

Além do Anil, o Ecoponto beneficia moradores de bairros como Alto do Pinho, Aurora, Jardim Alvorada, Pão de Açúcar, Parque Seilândia, Parque Universitário, Vila Nossa Senhora da Conceição, João de Deus, Planalto Anil, Planalto Aurora, Residencial Turquesa e Sítio São José.

O vice-prefeito de São Luís, Julio Pinheiro acompanhou a inauguração do Ecoponto Anil. "A nossa cidade tem sido destaque nacional com as ações do poder público municipal para o tratamento adequado do lixo. Além de contribuir com uma cidade mais limpa, essa é uma ação que favorece os trabalhadores e trabalhadoras que atuam nas cooperativas de reciclagem em São Luís, gerando trabalho e renda para esses cidadãos", destacou o vice-prefeito.

A presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, falou sobre a importância da política de gestão de resíduos sólidos. "Essa é uma determinação muito importante do prefeito Edivaldo porque trabalha com a educação ambiental. Precisamos destacar que poucos municípios no Brasil executam alguma política voltada para a reciclagem. 80 milhões de toneladas de lixo são geradas todos os anos e apenas 3% segue para a reciclagem, o que gera para a economia brasileira uma perda de cerca de R$ 120 milhões de reais", destacou.

AVANÇOS

Os 10 ecopontos em São Luís estão distribuídos no Parque Amazonas, Angelim, Bequimão, Habitacional Turu, Jardim América, Jardim Renascença, Residencial Esperança, Cidade Operária, São Francisco e Anil. Desde maio de 2016, quando o primeiro Ecoponto foi entregue, mais de 11 mil toneladas de materiais recicláveis, entulho e outros resíduos foram recebidos nos locais.

Em comparação a outras capitais, os Ecopontos de São Luís destacam-se por serem unidades com maior capacidade de recebimento de resíduos, terem horário de funcionamento prolongado e não cobrarem taxas para o recebimento de resíduos específicos.

EDUCAÇÃO AMBIENTAL

O estudante Guilherme Araújo ressaltou a importância da reciclagem
A inauguração do Ecoponto contou com a visita de alunos de escolas como a Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Sá Vale e o Instituto Divina Pastora. Conduzidos pelo Cidadão Limpeza, personagem de projeto de Educação Ambiental da Prefeitura de São Luís, os estudantes descobriram como funciona um Ecoponto e refletiram sobre a importância de jogar os resíduos no local adequado.

"Aprendi que não devemos jogar lixo na rua e que precisamos reciclar", disse o estudante Guilherme Araújo, 10 anos. "A gente precisa reciclar para salvar o mundo, senão no futuro não haverá mais árvores, oxigênio e animais", explicou João Vinícius Pontes.

ECOPONTOS

Os Ecopontos, que funcionam de segunda-feira a sábado, das 7h às 19h, são unidades para o recebimento de resíduos sólidos domiciliares passíveis de reuso ou reciclagem.

São recebidos pelos espaços materiais como eletrônicos (televisão, monitores, celular, impressoras, mouses, teclados, etc), entulhos (resíduos de construção civil como tijolos, telhas, gessos), madeira, óleo de cozinha, pneus, podas de árvore e resto de capina, recicláveis (plástico, papel, isopor, metais, vidros, etc) e bagulhos volumosos (móveis, sofás, colchão, etc).

Os materiais vão para cooperativas de catadores, entidades que fazem a seleção e a comercialização desse material.

Também prestigiaram a entrega do 10º ecoponto da cidade os secretários municipais Ivaldo Rodrigues (Agricultura, Pesca e Abastecimento), José Cursino (Planejamento), Delcio Rodrigues (Fazenda), Lula Fylho (Saúde), Antonio Araújo (Obras e Serviços Públicos), Conceição Castro (Comunicação), Mádison Leonardo Andrade (Urbanismo e Habitação) e Heryco Coqueiro (Segurança com Cidadania).


Em apoio à 'Via Sacra', Prefeitura de São Luís destina pacote de serviços ao bairro Anjo da Guarda


O maior espetáculo a céu aberto do Maranhão, a 'Via Sacra' será encenada nos dias 29 e 30 deste mês nas ruas e avenidas do Anjo da Guarda. Apoiadora da montagem teatral que emociona anualmente milhares de pessoas, a Prefeitura de São Luís mobiliza estrutura de serviços municipais que garantem que o cenário do bairro esteja preparado para encantar mais uma vez o público com a história da paixão e morte de Jesus Cristo.

Uma das ações da Prefeitura é a instalação de 70 projetores durante o percurso que os atores e o público farão durante as encenações. O reforço da iluminação com as luzes especiais garante ao cortejo mais beleza e vida ao espetáculo, ajudando no direcionando das experiências e sensações do público.

Outros serviços de infraestrutura também estão sendo executados no Anjo da Guarda para oferecer toda a adequação necessária ao ambiente em que público apreciará o espetáculo, como limpeza, capina, roçagem, poda de árvores e manutenção do sistema de drenagem.

Alguns dos trechos que estão recebendo a intervenção são as avenidas dos Portugueses e Moçambique e outras vias que estão no percurso da 'Via Sacra', como a Rua Dinamarca.

"Esses serviços de manutenção são realizados continuamente na região, mas para a 'Via Sacra' intensificamos nossas atividades a fim de garantir que as vias estejam adequadas para a realização do espetáculo, que conta anualmente com esse apoio do poder público municipal. É orientação do prefeito Edivaldo o total apoio e atenção à 'Via Sacra', especialmente, ao público", destaca secretário municipal de Obras e Serviços Públicos, Antonio Araújo.

LOGÍSTICA

Para também dar mais segurança e comodidade, a força-tarefa da Prefeitura de São Luís de apoio à realização da Via Sacra inclui também a organização do trânsito com a ação da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). Além de interdições em trechos específicos da área Itaqui-Bacanga, a operação inclui a presença de agentes de trânsito e viaturas de apoio, que atuarão de forma itinerante por todo o circuito, a fim de garantir o disciplinamento do trânsito durante o espetáculo.

As ações de intervenção e disciplinamento de trânsito ocorrerão nas principais ruas e avenidas do Anjo da Guarda. A intervenção terá início às 15h dos dias 29 e 30 e se estenderá até às 23h, na Praça Recanto da Paixão, Teatro, Viva Anjo da Guarda e Praça do Anjo.

A operação da área será realizada diariamente por 30 agentes de trânsito, três motocicletas e cinco viaturas de apoio que atuarão de forma itinerante em todo o circuito interditado. A primeira interdição ocorrerá no cruzamento da Avenida Paquistão com a Avenida Dinamarca. A partir deste ponto, toda a Avenida Dinamarca e as transversais que dão acesso a essa avenida serão interditadas até a Avenida Odylo Costa, filho.

O trecho interditado continuará pela Avenida Odylo Costa, filho, passando pela Praça do Anjo, Avenida Vaticano, até a entrada do bairro do Anjo da Guarda. A última interdição ocorrerá na Avenida Palestina até a Praça da Ressurreição.

Os ônibus e veículos que trafegam nestes itinerários que serão interditados, no sentido bairro, deverão desviar pela Avenida Paquistão, seguir pela Avenida Colômbia e Avenida Grécia até a Avenida Odilon Costa Filho, seguindo itinerário normal. No sentido Centro, os motoristas deverão fazer o percurso inverso.

A SMTT pede a compreensão dos condutores para que evitem transitar nas respectivas ruas e avenidas a fim de evitar transtornos e, consequentemente, maiores complicações. Obedecer às interdições, a sinalização e as ordens do agente são algumas práticas que geram fluidez ao trânsito e segurança.

Dando suporte na segurança do público, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Segurança com Cidadania (Semusc), disponibilizará um contingente de 40 guardas municipais, distribuídos em 10 viaturas. A gestão municipal também instalará banheiros químicos na região para da maior comodidade para quem vai assistir ao espetáculo.

CAPACITAÇÃO

Para que o evento também esteja apto a receber o grande público durante o espetáculo, a Prefeitura também está capacitando cerca de 100 pessoas com o curso 'Qualidade no Atendimento para Recepcionistas', realizado por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur), no Teatro Itapicuraíba, no Anjo da Guarda.

Na capacitação os participantes do curso aprenderão mais sobre a conduta, o modo de vestir, falar e de repassar as informações sobre o evento, tudo isso pensado para tornar ainda mais profissional o atendimento ao público presente.

"Esse evento soma ao turismo da nossa cidade, sendo mais um programa para se fazer em São Luís. Levar a capacitação para os profissionais que o fazem beneficia tanto a Prefeitura, por prestar serviços à comunidade, quanto para a 'Via Sacra'. Sai todo mundo ganhando", conta a secretária de Turismo Socorro Araújo.

SAIBA MAIS

O grupo Grita, responsável pela organização da 'Via Sacra', foi fundado em 1972, quando um grupo de estudantes do Centro Educacional do Maranhão (Cema), resolveu se reunir para dar continuidade às atividades teatrais desenvolvidas na escola, atuando desde 1977 na comunidade Itaqui-Bacanga, e lá se incorporou à dinâmica da comunidade, por meio do Centro Comunitário Católico, fazendo teatro popular.

O espetáculo 'Via Sacra', foi concebido em 1981, com o propósito de traduzir o sentimento libertário da Paixão de Cristo, na movimentação em torno da emancipação da própria comunidade. Este ano o evento chega a sua 37ª edição.


Prefeitura de São Luís realiza plantio de mudas frutíferas em escola da área do Itaqui-Bacanga

A proposta das atividades nas escolas é despertar nas crianças a atenção para a preservação do meio do ambiente
A Prefeitura de São Luís, por meio do Instituto Municipal da Paisagem Urbana (Impur), realizou na manhã desta sexta-feira (23) mais uma ação de plantio de mudas frutíferas.

A ação contemplou a comunidade escolar da Unidade de Educação Básica Luiz Augusto Monier Alves, localizada na Gancharia, área do Itaqui-Bacanga. A ação faz parte das atividades do eixo Jardim da Minha Escola, do Programa "São Luis, Cidade Jardim", desenvolvido pela Prefeitura de São Luís na gestão do prefeito Edivaldo.

Madrinha do programa, a primeira-dama, Camila Holanda, destaca que a ação torna a escola mais agradável e aprazível para as crianças. "É uma alegria poder contribuir para que essas crianças desenvolvam um olhar de cuidado e carinho com o meio ambiente", disse Camila Holanda.

De acordo com o presidente do Impur, Luiz Borralho, a proposta das atividades nas escolas é estimular nas crianças, especialmente nas fases iniciais da educação, o interesse pelo cultivo e despertar nelas a atenção para a preservação do meio do ambiente.

"Estamos semeando boas ideias e, com isso, estimulando o aprendizado para o plantio, a preservação e, sobretudo, o cuidado com o meio ambiente. Desta forma, entendemos que teremos adultos muito mais conscientes e responsáveis", disse o presidente.

Na escola, a equipe do Impur, em uma ação cooperada e envolvendo as secretarias municipais de Educação e de Meio Ambiente e o Comitê Gestor de Limpeza Urbana, realizou o plantio de 50 mudas frutíferas.

O processo de plantio conta com assistência técnica que é feita pela equipe técnica do Impur em visitas sistemáticas às escolas que recebem o projeto. A estudante Larissa, 5 anos, disse que ficou empolgada e feliz com o novo apredizado. "Agora eu já sei como plantar uma árvore", disse sorrindo a pequena estudante.

Entre as mudas frutíferas disponibilizadas para plantio, estão a acerola, pitanga, jambo, caju, manga e abil. "O objetivo é fazer com que os alunos cultivem e depois possam consumir algo que produziram", finaliza o presidente do Impur, Luiz Borralho.

JARDIM DA MINHA ESCOLA

O Jardim na Minha Escola é um dos eixos do macroprograma paisagístico "São Luís, Cidade Jardim", criado pelo prefeito Edivaldo em 2014. A ação envolve alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental e durante as atividades os estudantes aprendem técnicas de manejo, plantio, podas, adubações, limpezas e irrigações.

Em 2018, a meta é plantar cerca de quatro mil mudas nas escolas municipais.


Travado

Eder Alencar admite que poderá deixar secretaria
Eder Alencar chegou à Secretaria de Educação com disposição para trabalhar. Logo na primeira semana implementou mudanças que não agradaram aos funcionários.

Descontentes com as mudanças, um grupo procurou a secretária de Administração e Finanças, Núbia Dutra e relatou o ocorrido.

De forma educada, Núbia convocou Eder e pediu explicações. Os dois conversaram demoradamente. O teor da conversa não foi divulgado.

Segundo aliados, Eder foi travado e já admite que poderá deixar o cargo que ocupa na Secretaria de Educação.


Justiça condenada Oi por prestar serviço de internet defeituoso


A empresa Oi Telemar Norte Leste sofreu uma condenação judicial por ter prestado serviços de telefonia e internet defeituosos a uma consumidora. Na ação, a consumidora alegou que assinou contrato a fim de usufruir dos serviços de comunicação que lhe eram necessários.

Porém, afirmou que o serviço de internet não foi prestado de forma satisfatória, ficando por meses sem qualquer sinal desse serviço, impossibilitando o regular uso, conforme diversos protocolos de reclamações junto à empresa. A condenação teve caráter pedagógico e gerou ressarcimento à consumidora.

A ação ressalta que, diante da situação, foi solicitado o cancelamento do serviço. Porém, o valor cobrado para o cancelamento foi considerado alto pela autora, já que não estava utilizando os serviços que contratou.

Relatou que em situação mais grave estava o serviço de telefonia, que não foi usufruído em razão da fiação ter sido danificada por terceiros e que nunca foi consertada pela empresa Oi Telemar.

Entretanto, mesmo com os defeitos nos serviços, a empresa continuou a enviar contas de consumo para a autora. A mulher afirmou que pagou as contas, por medo de ter o nome inscrito nos órgão de proteção ao crédito.

“Diante dos transtornos, não restou outra saída senão procurar o judiciário para resguardar seu direito requerendo a procedência da demanda além da condenação da ré na restituição, em dobro, dos valores pagos indevidamente e danos morais”, disse a autora na ação.

Conforme explicou a sentença, proferida pela 15a Vara Cível de São Luís, foi realizada uma audiência de conciliação (CEJUSC), porém as partes não chegaram a um acordo.
A empresa contestou, alegando a existência do contrato de prestação de serviço, e afirmou não haver razão para indenização em razão do efetivo cumprimento da prestação dos serviços, pedindo pela improcedência do pedido da consumidora.

A sentença afirmou que, nesses casos, a responsabilidade aplicável é a objetiva, conforme os arts. 12 e 14 do Código de Defesa do Consumidor. “Pela teoria do risco do empreendimento, todo aquele que se disponha a exercer alguma atividade no campo de fornecimento de serviços, tem o dever de responder pelos fatos resultantes do empreendimento, independentemente de culpa”, relata a sentença.

“No caso, não se vislumbra qualquer alegação válida para a demora no reparo/restabelecimento dos serviços contratados pelo consumidor”, entendeu o Judiciário, ressaltando que a autora ficou todo esse período, também, sem a utilização da sua linha telefônica/fixa, pois a instalação dos cabos foram desligadas por terceiros, sem notícia de religamento por parte da empresa.

Para a Justiça, cabia à empresa ré comprovar a efetiva regularidade dos serviços no período mencionado pela parte autora, o que não fez. “A própria requerida informou em sua contestação sobre a solicitação de reparo, sem qualquer comprovação de que de fato a linha da autora estava em pleno funcionamento ou que tenha promovido os reparos solicitados”, observa a sentença.

A sentença condenou a Telemar Norte Leste S/A ao pagamento de indenização pelo abalo moral sofrido, no valor de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), com correção monetária e juros legais.

Morte de animais ocasionada por rompimento de fio de alta-tensão gera reparação


O Judiciário da Comarca de São Domingos do Maranhão condenou a Companhia Energética do Maranhão – CEMAR a reparar os danos materiais causados a um criador de gado pela morte de três vacas e queima do pasto, ocasionados pelo rompimento de um fio de alta-tensão da rede elétrica que passa por sua propriedade. 

A sentença, assinada pelo juiz Clênio Lima Corrêa e publicada no Diário Eletrônico da Justiça, determina a apuração dos valores durante a fase de liquidação judicial, incidindo juros e correção monetária a partir do acontecimento até o efetivo pagamento.

O dono da propriedade juntou documentos e imagens do evento, alegando que a fiação de alta-tensão da CEMAR caiu por duas vezes no local, causando a morte de três vacas e queimando o pasto.

Notificada, a companhia apresentou defesa alegando ausência do dano e requereu o indeferimento dos pedidos do autor.

Em audiência, o magistrado ouviu duas testemunhas que confirmaram versão do autor. “Que estava trabalhando na propriedade quando percebeu que um fio de alta-tensão rompeu e caiu sobre três vacas que estavam no pasto, causando a morte imediata das reses. Em seguida, o informante disse que o fio ficou ricocheteando no solo, não permitindo a aproximação de pessoas, sendo que chamou a emergência da CEMAR. A equipe da concessionária chegou ao local e fez uma gambiarra, deixando o fio muito baixo”, afirmou a primeira testemunha, caseiro da propriedade.

O vizinho do autor também prestou depoimento confirmando os fatos descritos no processo. “No dia do ocorrido estava na propriedade do autor ajudando a manejar alguns animais, e o fio da CEMAR quebrou e caiu sobre animais que estavam na pastagem, causando a morte de três animais. Que o fio caiu outra vez e incendiou o pasto.”, disse.

DECISÃO – No julgamento, o juiz invocou os pressupostos do artigo 37, § 6º, da Constituição Federal, que atribui às prestadoras de serviço público responsabilidade pelos danos que causarem. “Tem-se, deste modo, responsabilidade objetiva, bastando a demonstração da existência do evento, do nexo e dano, não sendo necessário averiguar-se a existência de culpa”, discorre a sentença.

Para o juiz, ficou demonstrado no processo que a morte dos animais e o incêndio do pasto foram causados pela queda de um fio de alta-tensão da rede elétrica de responsabilidade da CEMAR. “Nos autos a prova é contundente, principalmente as tomadas fotográficas juntadas, em que se vê os animais atingidos”, finaliza.

DANO MORAL – O pedido de dano moral foi indeferido pela Justiça, pois não houve comprovação de lesão aos direitos da personalidade como a vida, integridade física e psicológica, saúde, privacidade, intimidade, imagem e honra.

Também não foi demonstrado qualquer relação sentimental com os animais, pois cuidava-se de gado destinado ao corte, não ficando comprovada a existência de gravidade maior decorrente do evento relatado. “Dessa forma, entendo que não existiu dano moral passível de ressarcimento”, decretou o juiz.