Famílias estão ameaçadas de despejo em Paço do Lumiar

Vereador Puluca prometeu ajudar famílias a conquistar moradia

Cerca de 50 famílias que ocupam uma área as margens da MA 204, em Paço do Lumiar, foram surpreendidas na manhã da última quinta-feira (28) com a chegada de policiais militares e uma maquina para derrubar seus casebres.

Segundo os ocupantes, os policiais utilizavam colete do Grupo de Serviço Avançado da Policia Militar e não apresentaram mandado judicial.

Ainda segundo os ocupantes, ao tomarem conhecimento de que estavam sendo filmados, colocaram touca bala clava para não serem identificados e abandonaram o local.

Os ocupantes relataram também, que na manhã de sábado (30) uma viatura da Policia Militar voltou à ocupação e um policial identificado apenas como Tenente Campos teria pedido para eles pararem com as construções no local.

Ele teria dito aos ocupantes que o Batalhão de Choque iria fazer a retirada das casas ainda no sábado à tarde.

A área, segundo as famílias, estava abandonada e servindo de deposito de lixo e de esconderijo para desocupados. Ainda segundo as famílias, existem documentos que provam que o suposto proprietário do terreno há anos não paga os tributos a prefeitura.
O vereador de Paço do Lumiar, Apolinário dos Santos, o Puluca, que esteve na área na manhã do último sábado (28), garantiu que o prefeito Domingos Dutra tem conhecimento da situação e teria prometido falar com o comandante do 13º Batalhão de Polícia Militar, Coronel Alexandre,  responsável pelo policiamento no município e pedir uma explicação sobre a ação de policiais na área de conflito.


Uma comissão de moradores esteve na manhã desta segunda-feira (2) na sede da Sociedade de Direitos Humanos onde denunciaram as ameaças que vêem recebendo. Eles também prometeram procurar ainda está semana Comissão de Direitos Humanos da OAB para pedir apoio.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário